domingo, 15 de fevereiro de 2009

Venda de Filhotes na Praça Apecatu - BASTA!

Levanta a mão quem nunca viu a "feirinha de filhotes" que rola solta na Praça Apecatu, localizada entre uma loja grande de produtos animais e o Parque Villa-Lobos.
Pois no tal lugar, um bando de pessoas vende, há anos, filhotes indefesos, provavelmente ainda não imunizados, afastados o dia inteiro da tranquilidade de um lar seguro. Que temperamento vai manifestar mais tarde um bebês sujeito ao barulho e calor? Muitas vezes, nessas gaiolinhas, não havia água ou comida, como o Time e seus amigos puderam conferir. "É para não fazer sujeira" explicou uma pretensa criadora para uma amiga nossa.
Se filhotes não podem ser levados para a rua antes da imunização completa (conforme o protocolo que o Time segue, aproximadamente aos 5 meses, após a terceira rodada de vacinas), essas pessoas estão cometendo um crime ao comprometer a vida desses bichinhos. Isso é abuso, e abuso é crime na lei deste país.
Recentemente, houve repressão policial à essa atividade na Praça Apecatu.
Com isso, embora a estrutura de "feira" tenha sido abandonada, os vendedores ilegais alteraram o modus operandi da venda. Agora, colocam um ou dois filhotes naquelas sacolas de carregar pet. Se a polícia ou a fiscalização vêm, eles saem correndo com o bichinho, entram no carro e se mandam.
Hoje, passamos na frente e constatamos a cena acima descrita. Domingo passado, que fez aquele calor de matar, foi a mesma coisa. Havia filhotes peludos dentro das sacolas de nylon.
Sabe o que o Time vai fazer? Vai começar a tirar fotos desses comerciantes. Quem não deve, não teme. Quem não vende animais de forma ilegal, também não fica parado fim de semana sim, outro também na mesma praça sem bancos, debaixo do sol, numa avenida movimentada.
E vamos levar as fotos, com data e hora, deste povo para o Ministério Público, para que tome as medidas cabíveis contra os criminosos que forem identificados.
Quem quiser colaborar, pode nos ajudar parando o carro, baixando o vidro, e tirando umas fotos desse pessoal. É preferível que sejam feitas de câmeras analógicas. Se você só tiver celular, câmera digital, está bom também. O importante é saber o dia e a hora.
BASTA!
O Time do Tigor

9 comentários:

Anônimo disse...

esta feirinha e outras são ilegais e qualque policial pode ser chamado e depois ligue para a delegacia da policia ambiental. mas se presenciar, tire as fotos e já chame a policia. As pressões em cima destes vendedores exploradorss SÓ é alimentada por imbecis que comram.
Brasileiro AMA fazer de modo irresponsável.
Mas como disse, é proibida por lei...vale fotografar...mas vale tirar a fofo e denunciar.
um abraço de coração
vivian
voluntária-adoção-anima/galeriasSP
www.guiavegano.com.br/galeria

Nice disse...

Apoio a atitude de vocês. O que me deixa mais indignada é saber que a feira ocorre bem em frente a uma grande pet shop. Eles deveriam ser os primeiros a tomar alguma providência, na minha opinião.

O Time do Tigor disse...

Concordamos com você, Nice! uma grande pet shop não pode cruzar os braços. No mínimo, poderia pedir permissão para a Prefeitura e instalar placas informando que o comércio de animais em praça pública é ilegal e que maltratar animais é crime. Isso, no mínimo...

Grande Beijo do Time

Daniela disse...

Estou com vcs! Vamos postar as fotos dos flagrantes???
Quero ver se consigo ir no domingo. Que horas mais ou menos ela ocorre??

O Time do Tigor disse...

Ó, geralmente eles estão lá das 9:00 até o por-do-sol, de sábado a domingo.

O mais divertido é parar o carro de surpresa, botar a maquina para fora e ver os "comerciantes" se esconderem atrás da moita.

Vontade não nos falta de postar as fotos em tamanho bem grande.

Vamos consultar "algumas bases" e ver o que dá mais resultado.

Muito obrigada pela ajuda,
O Time do Tigor

disse...

tentei deixar um comentário, mas não consigo por algum motivo... :(

bom, eu obviamente estou com vc nisso e adoraria poder acabar com aquela palhaçada!

leo disse...

Concordo com vocês, mas é uma luta! Em diversos lugares isso ocorre. Ameaçaram-me de quebrar meu carro, quando eu tirava fotos, em Santana Perto do Hosp.Mandaqui (na frente de uma base policial)O que sei que temos que chamar 156, mas fico pensando e na casa (canil) deles? sai de um lugar vai para outro? minha dica é tentar "comprar" mas pedindo endereço e fone do lugar que criam, assim tem que acabar o criadouro. Eu odeio até ver em grandes pets. No site da Apasfa você vai ver melhor. Vamos lutar sim! Pagamos impostos e a prefeitura e policia tem que agir.

izolina ribeiro/esquadrão pet disse...

Os procedimentos de como se denunciar tem sido repassados exaustivamente nas listas de proteção. Existe também um ótimo link sobre isso, do próprio criador da lei, o vereador Tripoli. Um vereador apesar de ser apenas o legislador, aquele que cria as leis, tem por dever procurar saber se o executivo está cumprindo o que determina a lei elaborada por ele, apesar de que uma lei após criada e aprovada ser do povo por direito.
http://www.tripoli.com.br/robertotripoli/comercio_4.pdf

No link acima voces encontram toda a informação necessária para se conduzir uma denúncia. A policia não é a autoridade indicada para se acionar, no caso de criadores e petshops irregulares. Além de desconhecerem a lei 14483, ainda não tem como fazer apreensões de material ou mesmo de filhotes.

Renato Corrêa disse...

Boa noite eu infelismente sou um destes, era leigo e comprei em no campo de são bento em niteroi, rio de janeiro. Comprei, pois a pessoa tinha pedigri e canil registrado no kennel.Quem quizer saber mais desta situação toda e so entrar na comunnidade doce shih tzu no orkut.
Estamos tentando denuciar essescachoreiros que alem de ilegis estão vendendo cães com doenças para as pessoas, quem poder me ajudar e a me esclarecer outras coisas meu email renatocorrea06@gmail.com
Boa noite e descupe-me pelo meu erro